Representantes dos Policiais Civis questionam secretário de Segurança Pública em reunião

153

Um grupo de sindicalistas aliados ao Sincopol (Sindicato Regional dos Policiais Civis do Centroeste Paulista) se reuniu no final de fevereiro com o Secretário de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, João Camilo Pires de Campos, para apresentar uma série de questionamentos de interesse da categoria.

Estiveram presentes à reunião realizada no dia 24 de fevereiro, na sede da pasta, o presidente do Sinpol Campinas, Aparecido Lima de Carvalho (Kiko), os presidentes dos sindicatos Sirejun, Cesar Vanderlei Gava; Sinpol Sorocaba, Maria Aparecida de Queiroz Almeida; Sipocimc, Valdir Fernandes da Silva; e as diretoras do SinpolSan, Heliana Rosa e Ana Paula.

João Camilo foi questionado pelas publicações de reavaliações de insalubridade para Policiais Civis convocadas pelo DPME (Departamento de Perícias Médicas do Estado). O presidente do Sincopol, Celso José Pereira, parabenizou os colegas sindicalistas pela ação.

“A Polícia Civil conta com sindicalistas combativos, que representam a classe com afinco diante das autoridades constituídas. Meus parabéns aos colegas que, em nome de todos nós, estiveram presentes à reunião com o secretário de Estado. Juntos, todos nós fazemos parte da Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis)”, declarou Celso.

Durante a reunião, o secretário informou que já esteve reunido com o governador João Dória (PSDB) e protocolizou documento da SSP informando que a Polícia Civil não deve ser afetada pela revisão da insalubridade.

O entendimento é de que a insalubridade relativa às atividades da Polícia Civil e Militar é intrínseca ao exercício da função e não ao local de trabalho.

“Foram tratados ainda de assuntos referente ao déficit de Policiais Civis do Estado de São Paulo que vem impactando de forma substancial a eficiência da Polícia Civil e fomos informados que já estão autorizados novos concursos para todas as carreiras, bem como novas implantações de registro de boletins de ocorrências por meios eletrônicos, medidas que diminuirias o atendimento de forma presencial nas unidades policiais”, declararam os sindicalistas que participaram da reunião.

Reivindicações

Ainda foi solicitado ao secretário o pagamento igualitário para as demais carreiras da Polícia Civil da gratificação denominada GAT, ofertada aos delegados.

O secretário informou que já tem um projeto pronto para a implementação deste pagamento às demais carreiras com outra denominação, GAA (Gratificação por Acúmulo de Atividades), após o término da pandemia.

Também foi cobrado do secretário o pagamento de bônus para a categoria e foi dada a resposta de que será pago em breve um trimestre atrasado.

Outro apelo ao secretário foi para que ele cobrasse do governador a prioridade de vacinação aos Policiais Civis contra Covid-19.

As Forças de Segurança já constam como prioritárias no Plano de Imunização Nacional e o Sincopol cobra das prefeituras de sua base de atuação a inclusão da categoria nos planos municipais.

LEGENDA: Sindicalistas da Polícia Civil se reúnem com secretário de Segurança Pública