Representantes do Sincopol participam de Workshop Internacional de Segurança Pública

74

Representantes do Sincopol (Sindicato Regional dos Policiais Civis do Centroeste Paulista), por meio da Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis), estão presentes no WISP 2020 – Workshop Internacional de Segurança Pública, que acontece entre quinta (12) e esta sexta-feira (13) em Lagoa Santa (MG).

O Sincopol é uma das entidades que integram a Cobrapol, cujo presidente é André Luiz Gutierrez. Ele participa do encontro internacional debatendo o tema “A tendência de evolução do perfil do policial”.

Gutierrez mantém contato direto com o presidente do Sincopol, Celso José Pereira, que representa os policiais civis de mais de 50 municípios das Delegacias Seccionais de Ourinhos, Tupã, Marília e Assis.

Celso afirma que a agenda de eventos dos representantes do Sincopol e da Cobrapol tem sido movimentada.

“Isso é muito importante, significa que estamos articulados, em contato com outras categorias da Segurança Pública. Precisamos nos mobilizar para garantir força política em prol dos policiais civis e também manter contato com forças policiais de outras partes do mundo para troca de experiências”, comenta o sindicalista.

A abertura do evento contou com a presença do Procurador-Geral da República, Augusto Aras, e de congressistas do Senado Federal e da Câmara dos Deputados.

No roteiro do evento constam palestras de representantes da Polícia Real do Canadá sobre o tema “Antiterrorismo”; da Polícia Federal do Brasil (tema: “Cooperação Internacional”) ; da LAPD – Polícia de Los Angeles (tema: “Cultura Profissional do Policial Norte-Americano”); da ICE – Agência Norte-Americana de Polícia Migratória (tema: “Tráfico de Pessoas”), e outras autoridades, especialistas da Polícia, da Justiça e do Ministério Público.

Segundo Gutierrez, “será, certamente, uma oportunidade extraordinária para o intercâmbio de experiências, sempre no propósito de aperfeiçoar as instituições e suas ações no fortalecimento das políticas de segurança pública”.