Representantes do Sincopol participam de manifestação em Brasília

96

Milhares de profissionais da segurança pública de todo o país entre policiais civis, federais, rodoviários federais, agentes penitenciários, guardas municipais, estiveram em Brasília no último dia 21 de maio para uma manifestação em defesa da aposentadoria diferenciada aos integrantes dessas categorias, hoje ameaçada pela Reforma da Previdência que tramita na Câmara dos Deputados.

Os manifestantes concentraram-se na Esplanada dos Ministérios e realizaram um ato em frente ao prédio do Congresso Nacional, onde, nas proximidades, colocaram cruzes no gramado, em alusão aos policiais mortos em serviço.

Representantes do Sincopol (Sindicato Regional dos Policiais Civis do Estado de São Paulo) estiveram no evento e o presidente da entidade, Celso José Pereira, comemora o tamanho da mobilização.

“Agora entramos em uma nova etapa, faremos um reforço na abordagem direta aos deputados federais”, afirma o sindicalista responsável pelas 50 cidades das Delegacias Seccionais de Tupã, Marília, Assis e Ourinhos.

Quem esteve representando Celso e os policiais do Sincopol na capital federal foi o presidente da Feipol (Federação Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis) Sudeste, Aparecido Lima de Carvalho, o “Kiko”. “Nós temos filiação na Feipol e estamos em contato direto e frequente com o Kiko, que nos representa e luta por nossos interesses em São Paulo e Brasília constantemente”, afirma Celso.

O Sincopol também é membro da Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis), outra entidade que participou ativamente da manifestação e sua mobilização. Seu presidente, André Luiz Gutierrez, também mantém diálogos direto com Celso. “Nos últimos dias o Gutierrez esteve defendendo as mesmas bandeiras na Comissão de Segurança Pública do Congresso Nacional”, ressalta o sindicalista.