Produtividade de Policiais Civis cresce mesmo na pandemia, destaca Sincopol

65

Diversos indicadores da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) compilados pelo Sincopol (Sindicato Regional dos Policiais Civis do Centroeste Paulista) mostram que os Policiais Civis de Marília estão trabalhando mais, mesmo com a pandemia da Covid-19.

Nos primeiros oito meses de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado, houve o aumento de 17,4% no número de inquéritos abertos pela Polícia Civil no município. A quantidade de prisões efetuadas aumentou quase 69%, sendo que as prisões por mandado mais do que dobraram (119,3%) e os flagrantes cresceram 17,5%.

Também houve aumento de quase 22% no número de flagrantes, envolvendo crimes em geral, lavrados entre janeiro e agosto deste ano, ante os mesmos meses de 2020. A quantidade de veículos recuperados aumentou 35% e a quantidade de armas apreendidas subiu 61,5%, enquanto as ocorrências de porte ilegal de armas registradas aumentaram 33,3%.

Celso José Pereira, presidente do Sincopol, lembra que as Forças de Segurança só começaram a ser vacinadas contra o coronavírus em abril deste ano, após muita pressão exercida pelas entidades sindicais sobre o poder público. “Os Policiais Civis estão na linha frente no combate da criminalidade e da própria pandemia”, aponta.

O sindicalista afirma que os números oficiais da SSP, atualizados recentemente, reforçam a importância do trabalho policial. “Os resultados mostram como a decisão de vacinar a categoria de forma prioritária foi acertada e importante, não para os Policiais Civis pura e simplesmente, mas para toda a sociedade”.

“Os Policiais Civis, junto com os profissionais da Saúde, fazem são uma das poucas categorias que não pararam em nenhum momento, dando literalmente suas vidas em nome da sociedade”, destaca o presidente do Sincopol.